Notícias

Projeto de Saullo Vianna é incorporado à proposta de criação da Política Nacional para Pessoa com Fibromialgia

Câmara aprovou, na noite terça-feira, 28/5, requerimento de urgência para análise da matéria. Pelo texto do PL do parlamentar do AM, acometidos pela síndrome terão direito à isenção do imposto de renda sobre seus rendimentos

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira à noite, requerimento de urgência para análise do projeto de Lei 3010/2019, que institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Fibromialgia. O próximo passo, agora, é a proposta ter seu mérito votado no plenário, o que deverá ocorrer na próxima semana.

A título de contribuição do deputado federal Saullo Vianna (União-AM), o Projeto de Lei 2224/2023, do parlamentar amazonense, foi incorporado ao texto da proposta que cria esta política.

Segundo Saullo Vianna, o PL, que beneficia cerca de três milhões de brasileiros e brasileiras acometidos pela síndrome, visa a conceder isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos da aposentadoria destas pessoas

“Nosso objetivo é facilitar a vida dessas pessoas, que já enfrentam diversos desafios diariamente. A isenção do Imposto de Renda sobre os rendimentos da aposentadoria pode aliviar a pressão financeira e garantir que elas tenham recursos para os seus cuidados médicos necessários”, defendeu Saullo Vianna, parlamentar que concentra muitos de seus projetos e ações nas pessoas com deficiência.

A fibromialgia se caracteriza pela prevalência de dor crônica, que pode causar inchaço e dormência nas mãos e antebraços. A síndrome não tem cura e pode resultar em traumas emocionais e físicos significativos.

+++++++

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.