Notícias

IBGE registra aumento do número de brasileiros que se declaram pardos, pretos e indígenas

População que se declara preta também cresceu, hoje 10,2% dos brasileiros se dizem pretos, e cerca de 0,8% dos brasileiros se identificam como indígenas

Segundo com os dados do Censo 2022 divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de brasileiros que se declaram pardos cresceu  aproximadamente 11,9% desde 2010, passando o número de brancos e se tornando o maior grupo racial do país pela primeira vez, com 45,3% da população.

A população que se declara preta também cresceu, hoje 10,2% dos brasileiros se dizem pretos, e cerca de 0,8% dos brasileiros se identificam como indígenas. A parcela dos que se declaram brancos voltou a cair, e passou a ser o segundo maior grupo, com 43,5% da população. A de amarelos também recuou, para 0,4%, e voltou ao mesmo patamar de 30 anos atrás.

A definição da cor ou raça no Censo é feita por autodeclaração. Ou seja, o morador entrevistado identifica a si mesmo de acordo com uma de cinco alternativas: branca; preta; amarela; parda ou indígena (havia a opção de não declarar a raça, mas só 0,005% dos entrevistados decidiram assim).

De acordo com o IBGE, embora o quesito cor seja pesquisado no Brasil desde o primeiro Censo de 1872, ele passou a ser denominado “cor ou raça” apenas partir de 1991. Por isso, a série histórica divulgada pelo IBGE começa ali. Além disso o instituto destaca que a raça é um conceito mais amplo do que apenas a cor da pele e outras características físicas, envolvendo também outros critérios de pertencimento identitário como origem familiar e etnia.

 

+++++++

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.